Papa Francisco sugere que é melhor ser ateu do que um católico hipócrita

Por , em 24.02.2017

Papa Francisco continua a mostrar a que veio como Chefe do Estado do Vaticano, puxando a orelha de alguns católicos que precisam refletir mais sobre suas ações. Nesta quinta-feira (23), ele sugeriu que é melhor ser ateu do que um dos vários católicos que vivem uma vida hipócrita e dupla.

Esses comentários foram feitos de forma espontânea durante uma missa privada em sua residência. Ele disse: “é um escândalo falar uma coisa e fazer outra. Isso é uma vida dupla. Quantas vezes ouvimos pessoas dizerem ‘se essa pessoa é católica, é melhor ser atéia’”.

“Há aqueles que dizem: ‘sou muito católico, eu sempre vou à missa. Pertenço à esta e àquela associação”, disse ele, de acordo a transcrição da Rádio Vaticano. Mas, segundo ele, algumas dessas pessoas também deveriam dizer: “minha vida não é cristã. Eu não pago salários corretos aos meus funcionários, faço serviço sujo, eu lavo dinheiro, eu levo uma vida dupla”.

Desde sua eleição em 2013, o papa tem chamado atenção dos cristãos, sejam eles padres ou pessoas comuns, para corrigirem problemas importantes. Ele condenou o abuso sexual de crianças por padres, disse aos seus cardeais para não agirem como príncipes, e afirmou que os cristões devem ver ateus como pessoas boas se elas agirem como tal. [Independent]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (31 votos, média: 4,90 de 5)

3 comentários

  • Jhonata Ferreira:

    Não faz nenhum sentido.

  • Victor Pimentel:

    Vergonhoso. Nenhum momento vi o Papa falar isso. O contexto de sua frase é outra.

    • Cesar Grossmann:

      Quer dizer que é melhor ser um católico hipócrita do que ser ateu?

Deixe seu comentário!